Small Green Pointer BLOG ESPRO - CBT: Maio 2011

terça-feira, 31 de maio de 2011

Vídeo "Currículo"

Com Max Gehringer

Um curso para se expressar melhor pode ser um diferencial no currículo. Pra mim, esse curso equivale a (tanto quanto um curso de) inglês.
(max Gehringer)

COMO FAZER SEU CURRÍCULO?


Não importa se você está entrando agora no mercado, ou se tem alguns anos de experiência: mais cedo ou mais tarde vai ser preciso fazer (ou refazer) seu currículo.
Um currículo pode ser feito de diversas maneiras, e em alguns, você precisará preencher formulários prontos. Mas, para todos os casos há algumas regras básicas que precisam ser seguidas:


O QUE NÃO FAZER:
  • Não se escreve mais "currículo" ou "curriculum vitae" no alto das páginas, nem é necessário colocar o título "dados pessoais". Comece o currículo com seu nome em um corpo de letra um pouco maior e em negrito;
  • Embora não seja obrigatório assinar nem colocar data no currículo, a assinatura serve como autenticação e a dara será útil em caso de revisão;
  • Não anexe cartas de referência ou nomes de pessoas que podem fornecer informações a seu respeito (a menos que seja pedido). Geralmente isso é solicitado na entrevista. Leve esses dados em folha separada;
  • Evite abreviaturas no texto do currículo;
  • Currículo não é contrato. Por isso, não é necessário mencionar seu CPF, RG ou Carteira Pofissional, que serão solicitados depois;
  • Não inclua seu peso, altura, raça ou religião;
  • Não fale sobre sua pretenção salarial, isso é assunto para a entrevista;
  • Importante: NÃO MINTA!  Além de falta de ética, você pode perder sua chance e comprometer novas oportunidades.

O QUE FAZER:
  • Forma de apresentação: Tem que despertar a atenção de quem lê. Isso não se faz com truques de iventividade, mas sim com organização e apresentação de bom conteúdo.
  • Tem que ter uniformidade no tipos de letras. Para destacar informações use recursos como o negrito e o itálico do seu processador de texto, e evite variar tipos de fonte para não transformar o currículo numa sala tipográfica. Evite tipos de letras rebuscados. Use os tipos Arial, Courier ou Times New Roman;
  • Tem que ser limpo e bem apresentado. O papel mais indicado é o branco, formato A4. Quem quiser pode usar folhas coloridas em tons pastéis, mas não deve exagerar. Tons mais discretos como o cinza são bem aceitos;
  • Marque só a margem esquerda. assim vc evita os buracos que aparecem no texto justificado (margem esquerda e direita). Se desejar, centralize apenas os subtítulos.
  • Use espaço 1,5 entre as linhas. Para deixar mais arejado, pule duas linhas entre um item e outro;
  • Não use um corpo menos que 10 (texto em corpo pequeno é horrível para ler). Vale escrever seu nome e os subtítulos em corpo maior e destacar em negrito.


CURRÍCULO SOB MEDIDA.

Você pode ter um Currículo padrão e enviá-lo sempre, ou fazer um Currículo diferenciado, exclusivo para a empresa onde você gostaria de trabalhar. Nesse caso, o Currículo precisa atender às expectativas particulares dessa empresa:
  • Faça um check-up da sua carreira. Identifique os pontos fortes e fracos. Descubra qual é seu pontecial em relação às necessidades da empresa;
  • Faça uma pesquisa sobre a empresa. Procure visitar o site dela, artigos publicados na imprensa sobre a empresa e/ou sobre sua atividade;
  • Faça a mesma pesquisa sobre a concorrência dessa empresa;
  • Converse com pessoas que trabalham (ou já trabalharam) nessa empresa para conhecer a cultura, os valores e o sistema de trabalho;
  • Procure conhecer os objetivos do cargo e das tarefas para as quais você vai se condidatar.


Siga essas dicas, e boa sorte!






Marketing Pessoal e Profissões do Futuro


segunda-feira, 23 de maio de 2011

Resultado da enquete

 
Parabéns para as 6 pessoas que votaram que gostam de trabalhar em equipe é esse o espírito num trabalho corporativo

Prova dia 24/05/2011


Prova (todos os assuntos dados pela instrutora Claudia Granja)

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Cartórios


Os cartórios tem finalidades e competências distintas, por isto é importante saber quais os serviços prestados por cada um dos tipos de cartórios existentes, então vejamos:
  • Cartório de Registro Civil: é o responsável pelo registro de nascimento, de casamento, de óbito, etc, e que fornece as certidões respectivas;
  • Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas - é responsável pelo registro dos atos constitutivos, estatutos e suas respectivas alterações, das sociedades civis, como ongs, sindicatos, associações, e empresas de prestação de serviços;
  • Cartório de Títulos e Documentos: entre outros serviços registra documentos gerais e é responsável por notificações extra-judiciais;
  • Cartório de Notas: é o cartório competente para a lavratura de escritura de imóveis, de escritura de reconhecimento de paternidade, testamentos, autenticação de cópias e procurações entre outros;
  • Cartório de Registro de Imóveis: é o cartório responsável pelo registro dos títulos de propriedade de imóveis. Para que se possa aferir a propriedade de um imóvel é necessário que haja registro em um cartório de registro imobiliário lançado com o seu respectivo histórico;
  • Cartório de Protestos de Títulos: é o cartório competente para efetivar o protesto de cheques, notas promissórias e duplicatas, etc.


    Para informações mais concretas, clique aqui, e acesse o site do Cartório Fácil.

terça-feira, 17 de maio de 2011

TRANSPORTE

Transporte é o movimento de pessoas e mercadorias entre localidades.

  • Aspectos do Transporte

Com o passar dos anos vão surgindo cada vez mais transportes, e estes são cada vez mais distintos e com muitos gêneros diferentes, emergem constantemente vários tipos de veículos e meios de transporte por todo o globo. O campo de transporte apresenta diversos aspectos: eles podem ser divididos em infraestrutura, veículos e operações comerciais. Infraestrutura inclui a rede de transporte rodoviária, férrea, aérea, fluvial, tubular, etc. que é usada, assim como os terminais como: aeroportos, estações de comboio, portos, terminais de autocarro. Os veículos, como automóveis, bicicletas, autocarros, comboios e aviões, geralmente trafegam na rede. Operações estão relacionadas com a maneira como os veículos operam na rede e o conjunto de procedimentos especificados para o propósito desejado, incluindo o ambiente legal (leis, códigos, regulamentos, etc.). Políticas, como por exemplo financiar o sistema, podem ser consideradas parte das operações.
De maneira ampla, o projeto da rede viária é do domínio da engenharia civil e planejamento urbano; o projeto de veículos, da engenharia mecânica e de sectores especializados como engenharia naútica, e engenharia aerospacial; e as operações são geralmente especializadas, as vezes pertencendo a engenharia de sistemas.


  •  Modos e Categorias

Transporte Terrestre

O transporte terrestre é o movimento de pessoas e mercadorias por terra. Inclui o transporte rodoviário, ou seja, por rodovia, e o transporte ferroviário, por ferrovia.

Veículos de transporte terrestre

  • Trem/Comboio
  • Carro
  • Ônibus/Autocarro/Microônibus
  • Caminhão/Camião
  • Bonde/Eléctrico
  • Metropolitano|Metrô Metropolitano/trem
  • Motocicleta Motorizada
  • Bicicleta
 

Transporte Aquaviário

O transporte aquaviário é o movimento de pessoas e mercadorias pelo mar ou rios, em barcos e navios, usado principalmente para movimentar mercadorias em longas distâncias nos navios de carga ou em viagens turísticas nos transatlânticos.

Veículos de transporte marítimo / Fluvial

  • Submarino
  • Barca ou Balsa ou navio
  • Hovercraft
  • Jetski
  • Canoa
  • Góndola
  • Transatlântico
  • Barco
  • Insufláveis
  • Navio
  • Lancha

Transporte Aéreo

O transporte aéreo é o movimento de pessoas e mercadorias pelo ar usando aviões ou helicópteros, usado preferencialmente para movimentar passageiros ou mercadorias urgentes ou de alto valor. A aviação brasileira cresceu muito nos últimos anos. Com o surgimento de  novas companhias aéreas e a modernização das demais, foi possível aumentar o número de assentos disponíveis na malha aérea. .O Brasil conta atualmente com duas grandes companhias aéreas (TAM e GOL) e outras de menor atuação, como a VARIG e Ocean Air, além das empresas de aviação regional. Com a competição entre as companhias foi possível melhorar o serviço e reduzir tarifas. Grandes companhias internacionais também operam no Brasil como American Airlines, Continental Airlines, Delta Airlines, United Airlines, Lufthansa, Iberia, TAP Portugal, Japan Airlines, South African Airways, British Airway, Air France, Air Canada, Varig , Tam , entre outras.

Veículos de transporte aéreo

  • Avião
  • Helicóptero
  • Balão
  • Dirigível * nave espacial
  • Avião insuflável


Transporte tubular ou dutoviário

O transporte tubular é utilizado normalmente para transportar produtos através de condutos tubulares, normalmente petróleo e gás natural. São mais conhecidas como:
  • Gasoduto - no caso de transporte de gás natural
  • Oleoduto - no caso de transporte de petróleo e seus derivados líquidos
  • Alcoolduto - no caso de transporte de etanol
  • Minérioduto - no caso de transporte de minérios
Os oleodutos, gasodutos e alcooldutos também são conhecidos pela expressão inglesa pipeline. É o meio de transporte, para grandes quantidades, mais seguro e econômico que existe.
Estima-se que no Brasil, 500.000.000 de litros de hidrocarbonetos sejam transportados diariamente através de oleodutos. No Brasil também são transportados suco de laranja e minério de ferro através deste método.
O transporte tubular tem como principais vantagens:
  • A redução dos custos de transporte de líquidos, a médias e a longas distâncias;
  • A diminuição da poluição, pois os riscos de acidente e de derrame ou fuga são reduzidos;
  • A redução do consumo de combustíveis fósseis, pois os motores acionadores das bombas e compressores usados neste modal são acionados, na maior parte das vezes, por energia elétrica, que no Brasil, é proveniente de usinas hidroelétricas.

CARTOGRAFIA


 
Cartografia (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. O vocábulo foi pela primeira vez proposto pelo historiador português Manuel Francisco Carvalhosa, 2.º Visconde de Santarém, numa carta datada de 8 de Dezembro de 1839, de Paris, e endereçada ao historiador brasileiro Francisco Adolfo de Varnhagen, vindo a ser internacionalmente consagrado pelo uso. Das muitas definições usadas na literatura, colocamos aqui a atualmente adaptada pela Associação Cartográfica Internacional (ACI):
Conjunto dos estudos e operações científicas, técnicas e artísticas que intervêm na elaboração dos mapas a partir dos resultados das observações directas ou da exploração da documentação, bem como da sua utilização
A cartografia encontra-se no curso de uma longa e profunda revolução, iniciada em meados do século passado, e certamente a mais importante depois do seu renascimento, que ocorreu nos séculos XV e XVI. A introdução da fotografia aérea e da detecção remota, o avanço tecnológico nos métodos de gravação e impressão e, mais recentemente, o aparecimento e vulgarização dos computadores, vieram alterar profundamente a forma como os dados geográficos são adquiridos, processados e representados, bem como o modo como os interpretamos e exploramos.

  • Cartografia matemática é o ramo da cartografia que trata dos aspectos matemáticos ligados à concepção e construção dos mapas, isto é, das projecções cartográficas. Foi desenvolvida a partir do final século XVII, após a invenção do cálculo matemático, sobretudo por Johann Heinrich Lambert e Joseph Louis Lagrange. Foram especialmente relevantes, durante o século XIX, os contributos dos matemáticos Carl Friedrich Gauss e Nicolas Auguste Tissot.
  • Cartometria é o ramo da cartografia que trata das medições efetuadas sobre mapas, designadamente a medição de ângulos e direções, distâncias, áreas, volumes e contagem de número de objetos.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

trabalho em equipe é fundamental


um trabalho excelente

A importância do trabalho em equipe



O psicólogo Abraham Maslow constatou que os indivíduos têm diversas necessidades, com diferentes forças. Sabemos que necessitamos de alimento, de abrigo, pagar nossas contas, de segurança no emprego, etc., mas também de nos relacionar com os outros e de sermos aceitos por eles. Sem isso nosso trabalho se torna enfadonho e sem graça.

Trabalhar em equipe é mais divertido do que trabalhar individualmente, o que pode contribuir para melhorar nosso desempenho.
Há... coisas na terra que são pequenas, mas extremamente sábias: as formigas, criaturas sem força, todavia no verão preparam a sua comida... os gafanhotos não tem rei, porém todos saem, e em bandos se repartem (Provérbios 30:24-27).
Quando falamos em trabalho em equipe, logo nos lembramos das formigas e dos gafanhotos, seres tão pequenos, mas que dão um grande exemplo de união, força e auto-gerenciamento.
As primeiras têm um líder, vivem numa sociedade eficazmente organizada e não precisam receber ordens para executar seu trabalho. Você já viu de perto um formigueiro? Já notou como elas andam em fileiras e sincronia perfeitas e preparam seu alimento no verão para os dias de chuva, quando não podem trabalhar? Já os gafanhotos não têm um líder, porém sabem o que devem fazer exatamente.
Mas o que é trabalho em equipe?
Suponha que você e mais duas pessoas estão trabalhando em uma plantação de feijão, onde cada um ganha o salário correspondente ao seu dia de trabalho. O trabalho funciona da seguinte maneira: em fila, você cava o buraco, o segundo joga a semente e o terceiro integrante tapa o buraco. Cada integrante deste grupo se preocupa apenas em realizar a sua tarefa, nada entendendo da importância do trabalho dos outros, "é cada um por si".
Um certo dia o segundo membro da equipe faltou ao trabalho por motivo de saúde, porém a atividade continuou, pois cada um recebia o salário correspondente ao seu dia de trabalho e eles sabiam muito bem qual era sua responsabilidade, sem a necessidade de um líder para orientá-los. Você cavava o buraco, o segundo não jogou a semente (pois havia faltado), mas o terceiro tapava o buraco e assim prossegue o dia inteiro...
Muitas pessoas, que atuam em diversas organizações, estão trabalhando em grupo e não em equipe, como se estivessem em uma linha de produção, onde o trabalho é individual e cada um se preocupa em realizar apenas sua tarefa e pronto. No trabalho em equipe, cada membro sabe o que os outros estão fazendo e sua importância para o sucesso da tarefa. Eles têm objetivos comuns e desenvolvem metas coletivas que tendem a ir além daquilo que foi determinado. Se no exemplo anterior você e os demais integrantes do grupo trabalhassem como equipe, conhecendo a importância do trabalho de cada membro, tendo uma visão e objetivos comuns, certamente vocês diriam: "nosso colega faltou, vamos ter que substituí-lo ou mudar o modo como estamos plantando, se não nosso trabalho será improdutivo".
Toda equipe é um grupo, porém... nem  todo grupo é uma equipe. (Carlos Basso, sócio-diretor da Consultoria CR Basso)
Grupo é um conjunto de pessoas com objetivos comuns, em geral se reúnem por afinidades. No entanto esse grupo não é uma equipe. Pois, equipe é um conjunto de pessoas com objetivos comuns atuando no cumprimento de metas específicas.
Grupo são todas as pessoas que vão ao cinema para assistir ao mesmo filme. Elas não se conhecem, não interagem entre si, mas o objetivo é o mesmo: assistir ao filme. Já equipe pode ser o elenco do filme: Todos trabalham juntos para atingir uma meta específica, que é fazer um bom trabalho, um bom filme.
(Suzy Fleury, psicóloga e consultora empresarial e esportiva)
Ter uma equipe altamente eficaz é mais do que ter um grupo de pessoas, visto que o trabalho em equipe precisa ser planejado, elaborado.

exemplos:

Este tipo de atendimento está ERRADO

forma correta de atender o telefone CERTO

Atendimento telefônico com perfeição

       Atitudes indispensáveis no atendimento telefônico 

No atendimento telefônico, deve-se transmitir uma imagem profissional, de eficácia e de bom funcionamento da organização. Esse atendimento integra-se ao conjunto de serviços oferecidos pela instituição, sendo o atendente o principal agente da situação em que o telefone é o meio de comunicação. Portanto, cabe ao atendente assumir algumas atitudes indispensáveis ao atendimento telefônico de qualidade, tais como:

a) agir de forma receptiva (demonstrar paciência e disposição para servir, como, por exemplo, responder às dúvidas mais comuns dos usuários como se as estivesse respondendo pela primeira vez);

b) ouvir com atenção (evitar interrupções, dizer palavras como “compreendo”, "entendo” e, se necessário, anotar a mensagem do interlocutor);

c) valer-se da empatia (para personalizar o atendimento, pode-se pronunciar o nome do usuário algumas vezes, mas, nunca, expressões como “meu bem”, “meu amor”, “coração”, entre outras);

d) evitar que o interlocutor espere por respostas;

e) evitar fazer ruídos durante a ligação telefônica (deve-se evitar comer ou beber enquanto se fala);

f) concentrar-se no que diz o interlocutor (evitar distrair-se com outras pessoas, colegas ou situações, desviando-se do tema da conversa);

g) manifestar comportamento ético na conversação e evitar promessas que não poderão ser cumpridas.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

OXI - A MAIS NOVA E DEVASTADORA DROGA QUE SE ESPALHA PELO BRASIL


Desde a década de 1980, distante dos grandes centros brasileiros, o estado do Acre convive com a destruição produzida pelo oxi, uma mistura de pasta-base de cocaína, querosene e cal virgem mais devastadora do que o temível crack. A droga, vendida no formato de pedra, ao valor médio de 2 reais a unidade, vem se popularizando na região Norte e, agora, espalha sua chaga pelas cidades do Centro-Oeste e Sudeste. "Ela já chegou ao Piauí, à Paraíba, ao Maranhão, a Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro", diz Álvaro Mendes, vice-presidente da Associação Brasileira de Redução de Danos. Uma amostra da penetração da droga em São Paulo pôde ser vista na última quinta-feira, quando a Polícia deteve, na capital, um casal que carregava uma pedra de meio quilo de oxi.

Ao menos duas característias da droga ajudam a explicar por que ela se espalha pelo país. A primeira é seu potencial alucinógeno. Assim como o crack, o oxi pode estimular em um usuário o dobro da euforia provocada pela cocaína. A segunda razão é seu preço. "O crack não é uma droga cara, mas o oxi é ainda mais barato", diz Philip Ribeiro, especialista em dependência química do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP). "Quando surge uma droga mais poderosa, mais barata e fácil de produzir, a tendência é que ela se dissemine", diz Ronaldo Laranjeira, psiquiatra da Univesidade Federal de São Paulo (Unifesp). "Isso ocorre especialmente porque não se criou no Brasil até agora um sistema eficaz de tratamento de dependentes."

O lado mais assustador do oxi talvez seja a carência de dados sobre seu alcance no território brasileiro. Quem se debruça sobre o assunto, avalia que a droga atinge todas as classes sociais. "Não há um perfil estabelecido de usuário: ela é usado tanto pelos estratos mais pobres quanto pelos mais ricos da população", diz Ana Cecília Marques, psiquiatra da Associação Brasileira de Estudos de Álcool e Outras Drogas (Abead).

Também faltam estudos científicos sobre sua ação sobre o ser humano. Por ora, sabe-se que, por causa da composição mais "suja", formada por elementos químicos agressivos, ela afeta o organismo mais rapidamente. A única pesquisa conhecida sobre a droga – conduzida por Álvaro Mendes, da Associação Brasileira de Redução de Danos, em parceria com o Ministério da Saúde – acompanhou cem pacientes que fumavam oxi. E chegou a uma terrível constatação: a droga matou um terço dos usuários no prazo de um ano.
Além, é claro, do risco de óbito no longo prazo, seu uso contínuo provoca reações intensas. São comuns vômito e diarreia, aparecimento de lesões precoces no sistema nervoso central e degeneração das funções hepáticas. "Solventes na composição da droga podem aumentar seu potencial cancerígeno", explica Ivan Mario Braun, psiquiatra e autor do livro Drogas: Perguntas e Respostas.

Por último, mas não menos importante, uma particularidade do oxi assusta os profissionais de saúde: a "fórmula" da droga varia de acordo com "receitas caseiras" de usuários. É possível, por exemplo, encontrar a presença de ingredientes como cimento, acetona, ácido sulfúrico, amônia e soda cáustica - muitos dos itens podem ser facilmente encontrados em lojas de material de construção. A variedade amplia os riscos à saúde e dificulta o tratamento.

Confira a seguir as informações conhecidas sobre o oxi e uma comparação dele com o crack:


Carteira de Trabalho



A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é um documento obrigatório para quem venha a prestar algum tipo de serviço profissional no Brasil.
A carteira de trabalho é um dos únicos documentos a reproduzir, esclarecer e comprovar dados sobre a vida funcional do trabalhador.
Instituída pelo decreto nº 21.175, de 21 de março de 1932, e posteriormente regulamentada pelo decreto 22.035, de 29 de outubro de 1932, o documento garante o acesso a alguns dos principais direitos trabalhistas, como seguro-desemprego, benefícios previdenciários e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Programi de Integração Social (PIS).
Em 1934, o Governo do presidente Getúlio Vargas tornou a carteira de trabalho obrigatória para fins de consolidação dos direitos trabalhistas.
As responsáveis pela emissão de carteiras de trabalho são as Delegacias Regionais do Trabalho (DRT) e as respectivas subdelegacias regionais, bem como os Pontos de Atendimento ao Trabalhador (PAT), algumas prefeituras do interior e Sindicatos.


►  Para tirar a 1ª via, é preciso apresentar:

- Duas fotos 3x4, fundo branco, coloridas ou p/b, iguais e recentes;

- RG ou certidão de nascimento/casamento original (cópias autenticadas também são aceitas).